O sucesso de um plano gerenciamento de risco no transporte de cargas pode depender do embarcador, você sabia?
9 de junho de 2017
Demandas jurídicas às instituições da saúde e gestão de riscos
13 de junho de 2017
Ver todos

1º Episódio Café Sem Riscos – Rodrigo Vieira

Rodrigo é um corretor de seguros, especializado em Transportes e outros riscos, a gente vai conversar um pouquinho sobre gerenciamento de risco.

Quando começou o assunto de gerenciamento de risco corporativo na sua vida?

O gerenciamento de riscos está muito na base daquilo que foi a minha formação profissional. Durante 20 anos trabalhei como é subscritor de risco nas seguradoras como técnico de Seguros e a gente percebe o quão importante para uma empresa ter um plano de Gestão de Risco que transfira somente aquilo que é risco é efetivamente do seu negócio. Não só o risco não transferir o risco residual mas poder tratar isso de forma conveniente então começou por aí…

Eu iniciei como técnico dentro da área de transportes, há 20 anos, e desenvolvi uma carreira dentro da área de transportes nas seguradoras. A evolução tem sido gigante nos últimos anos não é porque uma empresa para adquirir a longevidade nos negócios. Hoje ela tem que olhar muito para a complexidade do seu negócio, e também deve olhar para a vulnerabilidade do negócio dela, para a praça de incertezas do seu negócio e também deverá olhar para ambiguidade do mundo de negócios. Esse é o papel do corretor atualmente, houve uma mudança também no perfil do corretor de seguros, corretor antes ele recebia informações de um risco ele produzia uma proposta melhor custo é o que era levado em consideração.

Assumir um compromisso com a longevidade da empresa, o corretor precisa entender aonde a empresa quer chegar ao longo dos anos, ele precisa ser participante da Estratégia da empresa, ele tem que trabalhar como suporte direto aquilo que é o planejamento estratégico da empresa para os próximos anos, porque você precisa auxiliar a empresa dizer olha aonde você quer chegar, quê tolerância de risco você se aceita para o seu negócio e quais são as ferramentas de seguro. Existem outras ferramentas de gestão de riscos e o seguro é só uma delas.

Quais os produtos de seguro podem te trazer mais solidez para a sua estratégia?

O papel do corretor deve ser voltado para esse foco. Em levado para os olhos do cliente, para poder levantar essas questões de longevidade de planejamento de estratégia de negócio aonde a análise de risco ela é importante. É extremamente importante, uma apólice mal produzida pode ter impactos sérios numa organização e a gente tem visto ultimamente as recentes eventos e tudo mais que abrem discussões no mercado sobre as coberturas de responsabilidade civil.

(*) transcrição realizada pela TR8 Cursonautas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *